Afinal, quem é você para me ensinar como usar as roupas que quero?

3.7.15

Olá, antenadas!

Desde que me joguei no mundo da moda e tive a certeza de que era isto que queria para minha isso, que era disso que eu gostaria que meu ar fosse feito, eu me questiono sobre a atual realidade dela. Nunca encarei a moda como algo fútil, apesar de alguns profissionais deixar transparecer isso e todos ao meu redor pensar que irei morrer de fome ao trabalhar com isso, a moda não é fútil, a moda não dita regras e os profissionais da área não são ninguém para nos ensinar sobre como usar algo. Sim, isso mesmo, eu, como futura profissional da moda, não estou aqui para ensinar ninguém a se vestir, estou aqui para apresentar opções e te guiar rumo a uma identidade visual que só você pode criar. Sabe aquela frase "aprenda como usar"? Esqueça, ela não existe, pois quem te ensina isso é seu espelho, a moda te dá opções e você quem aprende que rumo dar à essas opções que ofertamos. 
Você pode até discordar de mim, mas será obrigado a concordar que estilo não se ensina, estilo não é regra, não existe um padrão, padrão é algo que o mercado criou para vender mais, estilo é algo conquistado e a moda é livre. Costumo comparar a moda ao rabo de um pavão, larga, colorida, sem padrões a serem seguidos e com mobilidade. 
Claro, não serei hipócrita a tal ponto de negar que aos meus olhos existe o brega, pois existe, e existe o mal gosto e existem erros, mas afinal, quem sou eu para ditar regras de como alguém pode se vestir? Quem sou eu para enfiar no corpo de alguém uma roupa que crie ilusões de mais magra, mais alta, mais baixa sem saber se sentem feliz sendo  ilusões de óptica? Aprendam, conselhos é diferentes de regras. Eu posso não gostar, opinar se me pedirem, mas jamais jogar criticas desnecessárias, estilo não é irmão do bom gosto nem tão pouco primo da sua opinião. 
Beijos. 


Me acompanhe nas redes sociais

5 comentários:

  1. Adorei a comparação de que moda é como o "rabo de um pavão, larga, colorida, sem padrões a serem seguidos e com mobilidade". Também compartilho com você esse ponto de vista e assino em baixo.
    O post está incrível. Adorei.

    Beijinho
    Thay Andrade
    www.blogdathayandrade.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Inventei isso e nem sei como gagagagagaga <3 Obrigada

      Excluir
  2. Nossa falou tudo!
    Cada um tem seu estilo, e o profissional de moda podar
    dar sugestões, opções de melhorar. Mas cada um sabe o que
    fica melhor em si!!!
    beijinhos, Rê
    http://blogsonhosdeverao.com.br

    ResponderExcluir
  3. Me descreveu muito!
    Também já tive muita dor de cabeça por ter o meu próprio estilo, sair de casa do jeito que eu bem intendo e não o que todos estavam usando.
    Adorei o post, assim não me sinto sozinha com tantas coisas parecidas que passamos por um mesmo motivo, a ignorância das pessoas.
    Beijos :*
    www.filhafashion.com

    ResponderExcluir

Gostou?
Deixe aqui sua opinião, é muito importante pra mim receber esse feedback <3
Mas lembre-se, ofensas nunca são bem vindas, seja legal, o bem sempre volta.