Meias: como usar e onde comprar!

17.1.17

Hello, Antenadas!
Hoje eu vou falar do que mais amo na life: vestuário! Especificamente, sobre meias curtas, abaixo do joelho. Acho que a maioria das pessoas sabem que elas, no momento, são uma super tendência (não que você precise usar só por isso), mas por estarem na moda é bem mais fácil encontrar uma estampa que você goste.
Tem gente que tem muita duvida de como usar, qual tipo pode e etc. Mas é sempre bom lembrar que o importante é você estar bem consigo mesma, é você se olhar no espelho e pensar: sim, estou close certo (e também se está tudo "combinando" e nada brigando com nada, né mores?). Vou dar algumas dicas (que não são regras) infalíveis para quem fica mais perdido com isso. Vamos a elas:

1- Quem for baixinho(a), mas com a perna fina, pode se jogar na meia até metade do joelho, porque vai dar uma engrossadinha na perna e não vai te diminuir tanto.
2- Quem for baixinho(a), mas com perna grossa pode usar uma meia mais curta, que ai também não te diminui. 
3- Para os(as) altos(as), que sempre se dão bem (sim, tenho recalque) da para usar a maioria dos tamanhos, só se tiver a perna muito grossa que ficar melhor uma mais curta, a não ser que queira ficar com a perna mais grossa ainda, que ai: só vai!

Vale lembrar também que se você só gosta de dar um detalhe ao look você pode botar uma pequena, que mostra pouco, assim já da um toque especial e todas podem se jogar. Da para brincar muito com elas. 
Gente, por favor, se for usar uma estampada, tenta um look mais liso. Você pode usar uma t-shirt com estampa, mas não nela toda. Também da para misturar estampa com estampa como, por exemplo: uma jaqueta de bolinha e uma meia de corações. Tudo bem pensado para não ficar over. Mas peças lisas não tem erro, deixa o foco na meia.

Agora vamos as lojas onde você pode encontrar várias meias closes e se jogar!
A primeira loja é a Feed the Feet, ela vende outras coisinhas além de meias, mas acho que esse é o foco maior. Amo essa do Stranger Things (série amorzinho do netflix), os preços vão de R$ 19,90 à R$ 29,90. A segunda é a Surreal São Paulo e além de outras meias com estampas fodas, eles vendem meias de lurex (o close do momento), são dois pares como esse da foto por 40 foratemers. O preço das outras vão de R$ 33,00 à R$ 70,00 (kit com 3 pares). As terceiras são da Nephew, os preços de lá vão de R$ 15,00 (está rolando promoção, corre!) à R$ 29,90.


Uma marca que amo e queria tudo é a Bolovo, eles vendem de tudo um pouco e os preços vão de R$ 25,00 à R$ 35,00. A Adidas, que todo mundo deve conhecer, não tem muitas meias interessantes, mas às que tem custam R$ 59,90. A terceira loja é a Farm, além das estampadas, lá também vende de lurex e arrastão, os preços vão de R$ 29,99 à R$ 189,00.

Espero que tenham gostado das dicas e se tiveram algum dúvida é só mandar. Até a próxima.

Quando não falamos a mesma língua

16.1.17

Olá, antenadas!
Vamos de texto reflexivo? 
Foto: @araponga_
O relacionamento humano é um mistério, ninguém jamais terá uma receita de como se envolver com alguém de uma maneira correta, por mais que existam inúmeros textos por aí de como conquistar alguém, de como encontrar a pessoa certa ou até mesmo de como manter um relacionamento, nunca será o bastante para compreender algo que surge, que nos leva e demora a nos trazer de volta, é difícil sentir, ainda mais quando não somos correspondidos. 
Quando começamos um relacionamento com alguém as expectativas são grandes, por mais que digam para não termos grandes expectativas, é difícil começar algo pensando no fim, não, nós pensamos nas viagens que faremos, nas festas que iremos, nos filhos que teremos, nós amamos profundamente e nos entregamos, talvez esteja aí o motivo pelo qual sofremos, não é nem pela pessoa, é por todas as expectativas que fantasiamos em nossas mentes, é impossível evitar. 
Quando uma história nova começa, a sintonia existe, é uma descoberta diária e o falar se completa, pensamos as mesmas coisas, queremos quase as mesmas coisas e o que nos difere, vira acordo, é assim que acontece uma rotina a dois, rotina essa que vive sendo quebrada por programas diferentes que nos conquistam ainda mais, mas um dia a rotina para de ser quebrada e vira uma cicatriz rígida que ultrapassa o limite da paciência. 
Quando tudo perde a graça, é preciso maturidade para lidar com as pedras, assim como no começo, as diferenças precisam virar acordos, caso contrário, irão virar muros, já não falamos a mesma língua! 
É difícil lidar com a dúvida, a gente já não sabe mais se continua naquele espaço sem magia por comodismo ou por amor, você analisa, você pensa em tudo o que viveu e a dúvida só cresce, na verdade, a resposta existe em sua dúvida mas é difícil de aceitar. A gente vive falando de amor, do quão importante ele é, mas amar, apenas, não é o bastante quando já não falamos a mesma língua.